translations
Visitas na horta

DSCF1995

Hoje a horta teve visitas! O professor Luís, da escola agrária de Coimbra e os seus alunos. Eu gostei muito de, pela primeira vez, mostrar e explicar que é a relva que corto, do jardim que rodeia os canteiros, e ainda todas as podas da vegetação que tenho no jardim, (que atiro para a relva e corto com a máquina da relva) que sustenta e aduba esta horta. Expliquei também que, agora que tenho tudo misturado, (tomates, manjericão, cebolas, couves, pimentos…) não tenho nenhuma praga. Misturo, também, ervas aromáticas e  cravos túnicos. Não esquecendo que, toda a cinza que retiro da lareira, durante o inverno, vai para os canteiros (também acrescento cascas de ovos, de banana e borra de café).

O que seria uma visita rápida, acabou por ser uma grande conversa e todos aprendemos muito! Obrigada Guilherme, professor Luís e seus alunos! Falei da grande inspiração que é o Ernest Gotsch, para quem queira explorar recomendo os seus vídeos!

 

• 23/07/2016 • 2 comentários

a crescer…

DSCF1969

em grande velocidade!!!!!

DSCF1970

Nasceu das minhas sementes!

 

• 13/06/2016 • 0 comentários

novidades da horta

DSCF1955

Os coentros, pequeninos…

DSCF1957

e o manjericão no meio dos tomateiros.

• 09/06/2016 • 0 comentários

horta plantada e semeada

DSCF1875

Este é o canteiro grande. Limpei tudo o que aqui estava. Apanhei as favas e atirei as palhas para o jardim. Cortei tudo com a máquina da relva. Coloquei tudo no grande canteiro e semeei e plantei…

DSCF1854

beterraba,

DSCF1855

cebola, com sementes de cenoura ao lado,

DSCF1856

tomates, com sementes de manjericão no meio de cada tomateiro,

DSCF1860

pimentos,

DSCF1858

couves, courgettes, beringelas, coentros e estes cravos túnicos, para atraírem bons insetos! Agora é esperar que cresça tudo.

 

• 26/05/2016 + • 3 comentários

feijão inchado

DSCF1599

Ontem descasquei feijão inchado. Deixei na banca da cozinha…hoje quando olhei para eles…

estavam quase todos assim!!!

• 12/10/2015 • 0 comentários

Horta 123

DSCF0923

Eu tinha um jardim com muita relva para cortar…

Esse jardim apenas produzia relva e mais relva…Eu cortava, ensacava, deitava fora…mas, um dia decidi começar a minha pequena horta…

DSCF0925

Construí uma cerca de madeira. Depois tapei a relva com caixas de cartão.

DSCF0924

Tapei bem a relva e…

DSCF0923

Cortei a relva do resto do jardim…

DSCF0926

coloquei a relva cortada dentro da cerca, sobre os cartões. Deixei passar uma ou duas semanas, remexi essa matéria que começou a decompor e, comecei a plantar as primeiras alfaces, alho francês, feijão verde…

DSCF0927

Assim começou a minha horta, não parou de crescer e produzir. A receita continua a ser esta:

Cortar a relva, atirar para as cercas, deixar decompor um pouco e remexer. No segundo ano podemos cavar e começar a misturar o composto com a terra que está em baixo. Passado um ano já não existe relva.

Transformem, também, a relva dos vossos jardins em alimentos frescos e biológicos!

• 19/05/2015 • 4 comentários